VT Indica: [Filme] Amor à Distância

OK, uma indicação como esta pode não ser o que se espera de um blog voltado para processos seletivos, mercado de trabalho e carreira, mas nem por isso deve deixar de ser levada a sério. Ocorre que a comédia romântica em questão, Amor à Distância, em cartaz nos cinemas de todo o país, trata de um assunto recorrente aos aspirantes à trainee: o relacionamento à distância.

Poster do filme Amor a DistanciaOK, uma indicação como esta pode não ser o que se espera de um blog voltado para processos seletivos, mercado de trabalho e  carreira, mas nem por isso deve deixar de ser levada a sério. Ocorre que a comédia romântica em questão, Amor à Distância, em cartaz nos cinemas de todo o país, trata de um assunto recorrente aos aspirantes à trainee: o relacionamento à distância.

A grande maioria dos programas coloca um item nos pré-requisitos que não costuma receber muita atenção, ou, ao menos, não a atenção que merece: a disponibilidade para viagens e mudança.

Pode até ser que você não esteja envolvido em algum relacionamento agora, mas não deixe de levar isso em consideração ao planejar sua carreira. Uma proposta de crescimento rápido como a de um Programa de Trainee traz consigo também muitos sacrifícios. Na maioria dos casos, exigirá mudanças constantes, e nem sempre para grandes capitais, mas também para cidades do interior que não possuem franquias de cursos de idiomas ou mesmo salas de cinema.

Ah! Mas você é aventureiro! Gosta de desafiar a sua zona de conforto e experimentar coisas novas. Sei… Bacana. Mas será que o seu (futuro) cônjuge também estará disposto a lhe acompanhar?

Não vamos nos esquecer de que somos a geração Y. Agora, mais do que nunca, as mulheres também ocupam cargos importantes nas empresas. Por que são sempre elas que precisam largar o emprego e seguir o marido aonde for? A tendência é a de que cada vez mais as mulheres optem pela sua própria carreira e independência, o que inclusive é um dos temas abordados no filme.

Portanto, trainee ou não, um profissional de nossa geração precisa estar preparado para duas coisas:

1- Sacrificar temporariamente a sua própria carreira, acompanhando a pessoa a quem você ama numa transferência para outra localidade, quando for algo que represente uma oportunidade única para ela.

2- Conviver com longos e possivelmente frequentes períodos de relacionamento à distância, principalmente para realização de projetos temporários (seus ou de seu parceiro).

Caso sinta que tudo isso é demais para você, é aconselhável manter o foco em empresas que não coloquem a mobilidade como pré-requisito, como é o caso das companhias que estão centradas em apenas uma localidade. Também vale analisar quais são os possíveis locais de trabalho de cada organização: construtoras, por exemplo, tendem a desenvolver projetos em lugares bastante remotos, pela própria característica do segmento.

No mais, eu posso dizer, por experiência própria, que é possível sim fazer um relacionamento à distância dar certo. Para quem nunca viveu essa experiência, recomendo então não deixar de assistir a esse divertido e espirituoso filme.


Próximo Post: Dicas para as etapas virtuais


Comente!