Como eu uso o CoSchedule para planejar o conteúdo do Vida de Trainee

Vida de produtor de conteúdo não é mole não, mas pode ser bem mais fácil com ferramentas que simplificam a sua vida como o CoSchedule.

Se a vida de trainee já não é nada fácil, imagina a vida do criador de conteúdo! Eu criei o VT há quase 10 anos, e nesse tempo vi grandes mudanças acontecerem tanto nos processos seletivos quanto na forma com que as pessoas buscam e consomem informação na web.

Na época em que criei o blog, eu simplesmente publicava os meus textos e os compartilhava em um grupo do Orkut (pois é, faz tempo!). Havia também o perfil no Twitter e a página no Facebook, mas esses eram secundários.

Com o tempo, à medida que o site foi ficando mais profissional e novas redes sociais começaram a despontar, camadas adicionais de trabalho foram surgindo. Agora, além de produzir o artigo, era necessário selecionar imagens para o ilustrar, bem como trabalhar meta-descrições, tags e palavras-chave para melhorar o seu posicionamento em mecanismos de busca como o Google, o chamado SEO (Search Engine Optimization).

Mais que isso, nesse ínterim as pessoas passaram a ter acesso à Internet e a tudo o que ela oferece diretamente de seus smartphones, o que é ao mesmo tempo maravilhoso e extremamente desgastante para os produtores de conteúdo.

Se por um lado isso possibilita uma maior exposição do seu trabalho, por outro também gera uma pressão enorme para a novidade constante. Já não é mais suficiente criar materiais ricos e informativos. É preciso também alimentar todos os seus perfis com teasers, pequenas degustações para despertar o interesse pelo prato principal.

Em outras palavras, para fazer com que a sua produção chegue até o público a quem se destina, a distribuição de tudo o que você produz se tornou um ofício tão ou mais importante quanto a própria criação em si. Obrigação essa que demanda cada vez mais tempo, esse bem tão escasso e precioso para cada um de nós.

E é aí que entra o CoSchedule na minha vida. Utilizo esse web appmais de 4 anos e posso dizer que é essencial para qualquer content maker que se leve a sério. No início, o que mais me atraiu foi a possibilidade de agendar posts nas rede sociais antes mesmo da matéria ser publicada aqui no VT. Com o passar dos anos, no entanto, ele foi ficando cada vez mais robusta, e hoje eu consigo fazer todo o meu planejamento editorial com essa versátil ferramenta.

Como fazer o seu Planejamento Editorial com o CoSchedule

1. Reúna todas as ideias de pauta em um só lugar

Nada mais frustrante do que ter um ideia para um texto e depois esquecer. Com o CoSchedule, eu posso anotar todas elas em uma área específica, como ilustra a imagem abaixo:

Lista de ideias de post para o Vida de Trainee no CoSchedule

2. Utilize editores de texto para facilitar a sua vida

Na hora de colocar a mão na massa, eu posso escolher meu editor de texto favorito, criando por exemplo um documento no Google Docs ou uma nota no Evernote, que depois será convertida para o formato do WordPress.

Editores de Texto para criar posts para o blog no CoSchedule

3. Faça checklists para não se esquecer de nada

Com tantos itens para dar conta na criação de um simples post, é preciso uma atenção especial para não deixar nada passar. E é por isso que o recurso de tasks (tarefas) é ótimo para criar templates de checklists e aplicar de acordo com o tipo de conteúdo que está sendo produzido (texto, vídeo, podcast etc).

Checklist para publicação de artigos no Vida de Trainee

4. Agende previamente os posts nas redes sociais para otimizar a sua divulgação

Essa é a minha parte favorita. Antes mesmo de colocar o artigo no ar eu já posso pré-agendar os posts que serão publicados nos grupos e páginas do Facebook, LinkedIn, Twitter e Instagram, entre outros.

Assim eu consigo me planejar com antecedência, programando não apenas a divulgação inicial, como também chamadas esporádicas meses para frente, para que os novos seguidores também conheçam conteúdos antigos, mas que continuam relevantes.

Ah! E você não precisa nem se preocupar em “fazer contas” de em qual data ou hora publicar. O CoSchedule é bastante intuitivo e permite selecionar opções como “o mesmo dia”, “o dia seguinte” ou “uma semana depois” da publicação.

Quanto ao horário, o meu preferido é o best time, que basicamente quer dizer que o próprio sistema irá encaixar o post naquele dia de acordo com o que já está agendado e também levando em conta os intervalos que alcançam uma maior audiência.

Agendamento de posts nas redes sociais com o CoSchedule

5. Tenha uma visão do todo com o calendário do CoSchedule

Por fim, com o CoSchedule você tem acesso a uma visão geral de suas publicações em formato de calendário, tanto do seu blog/site quanto das campanhas em redes sociais. Uma verdadeira mão na roda para fazer remanejamentos. Basta arrastar as postagens para o dia anterior/seguinte e voilà: você terá uma melhor distribuição ao longo da semana e do mês.

Calendário do Vida de Trainee no CoSchedule

Viu só quanta coisa dá para fazer utilizando o CoSchedule? E isso porque eu nem entrei no detalhe da análise de estatísticas de curtidas e outras métricas fundamentais para o marketing digital.

E você? Também é um content creator ou influencer? Já usa o CoSchedule? E que outras ferramentas utiliza? É sempre bom compartilhar esse tipo de conhecimento com colegas da profissão!

Transparência: Esse post não é um publieditorial. Como incentivo, o CoSchedule oferece apenas um desconto temporário de 50% na mensalidade do usuário que publica resenhas sobre o seu uso da ferramenta.

Comente!