Novidade!

Receba vagas no seu perfil por e-mail

Por Dentro do Trainee Itaú 2016

13.08.2015 | em Carreira

encontro-trainee-itau-2016

Olá, pessoal!

No início do mês, em 04/08, fui convidada a acompanhar os bastidores do lançamento do Programa de Trainee Itaú Unibanco 2016, em São Paulo. Depois de um rápido checklist (casaco para o frio e caderno de anotações para não perder nenhum detalhe), peguei um voo bem cedinho de Recife para Congonhas, de onde segui para a sede do Itaú, que fica na região do metrô da Conceição.

Essa foi a terceira vez que tive a oportunidade de participar do evento, que também trouxe representantes de universidades, grupos estudantis e outros veículos sobre carreira. Já me sentindo uma “veterana”, cheguei à recepção do prédio com uma boa ideia de como o dia transcorreria… E foi aí que percebi que eu não sabia de nada! (You know nothing, Jon Snow!)

O encontro já começou com a surpresa de um tour pelo Espaço Memória, que reúne o maior acervo corporativo da América Latina (e 8º no mundo). São 12 mil peças, entre obras de Portinari e artistas contemporâneos. O Itaú mantém ainda em sua coleção milhares de objetos que ajudam a contar a sua história e a de seus colaboradores (alguns deles estão na empresa há mais de 50 anos).

Por sinal, recomendo a visita para todos: além do aspecto cultural, o passeio é também uma chance de conhecer um pouco da mega estrutura do Banco (o Centro Empresarial é formado por 5 prédios, onde cerca de 15 mil pessoas circulam todos os dias).

Ainda encantados com essa mini-excursão, nós nos dirigimos para o auditório em que descobrimos que o trainee Itaú mudou e está cheio de novidades.

A principal delas foi a unificação dos programas do Itaú Unibanco e Itaú BBA (maior banco de atacado da América Latina). Essa mudança refletiu a reestruturação da Holding, que passou a ser um “guarda-chuva” para essas duas unidades de negócios, o que gerou a formação de 3 diretorias: Atacado, Varejo e Tecnologia & Operações.

O maior desafio, segundo Thais Catramby (coordenadora de atratividade e ex-trainee), é “mostrar tudo o que o Itaú faz”, pois são muitas as áreas e um mundo de oportunidades. Por esse motivo, ao longo da seleção serão apresentadas aos candidatos pequenas “pílulas”, em vídeo, que buscarão explicar cada uma dessas possibilidades.

Por outro lado, essa diversidade de opções é também uma grande vantagem: “Aqui é possível mudar de emprego sem mudar de empresa”, destacou Mariana Gomide, gerente responsável pelos programas de talentos.

O que mais me chamou atenção, no entanto, foi a “ousadia” do processo seletivo. A responsável por sua condução, Jemima Freitas, apontou o “foco no estudante como cliente” e a “facilidade de acesso” como os principais norteadores para o planejamento da seleção, que terá três etapas eliminatórias:

  • Testes online de Inglês, Lógica e Conhecimentos Gerais;
  • Business case online, em grupos de até 6 pessoas e com participação de gestores, seguido de entrevista individual;
  • Super Saturday, final presencial com VPs e Diretores. Como o nome já diz, será realizada em um sábado.

Ao longo dos próximos meses, os candidatos aprovados na triagem poderão tirar dúvidas diretamente com gestores e trainees, em uma plataforma de relacionamento desenvolvida dentro do hotsite do programa.
Além disso, antes da fase final, acontecerá o “Encontro feito para você”, com a participação de Roberto Setúbal, presidente da empresa. De acordo com Gustavo Katz, trainee 2013, esse momento foi decisivo na escolha do Itaú como o lugar para construir a sua carreira.

Quanto ao perfil, a edição desse ano também trouxe algo inusitado: a inclusão de universitários não formados, com graduação prevista para até dezembro de 2016. Podem participar ainda jovens recém-formados nas áreas de Humanas e Exatas (a partir de dezembro de 2013).

No mais, o banco procura talentos interessados e protagonistas. Camyla Serpa, trainee 2014, ressaltou que não é preciso ter feito intercâmbio, oportunidade que ela mesma ainda não teve, mas que é preciso ter algum diferencial: “No meu caso, por exemplo, fui presidente da empresa júnior do curso de Estatística da minha faculdade e fiz um estágio no Banco Central”.

Essa postura realizadora dos trainees é percebida no dia a dia do Banco, como Raysa Soares constatou logo no início do seu programa no Itaú BBA: “Como vou me destacar se todo mundo é muito bom?”.

Quem respondeu foi o Gustavo, que enfatizou o crescimento por que passou durante o período de job rotation: “O trainee tem a missão de entregar algo que nunca havia sido feito no setor, e para conseguir isso você precisa aprender a ser ágil e a criar alianças”.

Pois é! Vida de trainee não é fácil não!

E depois desse trocadilho infame, só me resta deixar o convite para que pesquisem um pouco mais sobre o programa e completem a sua inscrição até o dia 11 de setembro.

Inscreva-se no Trainee Itaú Unibanco 2016

Posts relacionados

Mais recentes » « Mais antigos

Deixe seu feedback!