Novidade!

Receba vagas no seu perfil por e-mail

O que é trainee?

10.01.2013 | em Carreira

definicao-o-que-e-traineeHá quase 3 anosVida de Trainee fala sobre diversos assuntos relacionados ao universo trainee. No entanto, o mais básico dos textos nunca foi publicado: a definição do que é ser um trainee.

Como hoje muitos dos visitantes que o VT recebe diariamente não estão familiarizados com esse termo, percebi que já estava mais do que na hora de corrigir essa falha.

Por isso, decidi criar uma nova série no blog. Além desse artigo, novos posts serão publicados sobre os variados tipos de programas, diferenças entre estágio e trainee e outros temas afins. Confiram.

 

O que é trainee?

A palavra “trainee” tem origem inglesa e significa “aquele que está em treinamento”. Por esse motivo, nos EUA e em outros lugares, o uso da expressão se aproxima mais do que aqui chamamos de estágio.

Daí a confusão que faz com que muitos pensem que os trainees buscam a efetivação ao final do programa. Na verdade, o trainee tem a “carteira assinada” desde o 1º dia de trabalho e é um colaborador efetivo como outro qualquer, com as mesmas obrigações e benefícios.

 

Os programas de trainee

No Brasil, “trainee” é o nome dado ao cargo ocupado por jovens recém-formados que foram selecionados para participar de um programa de formação de líderes de uma empresa.

Assim, anualmente, as maiores organizações do país abrem um processo seletivo de abrangência nacional para preencher as vagas oferecidas pelo programa de trainee daquele ano.

Durante um período que em geral varia de 1 a 3 anos, os candidatos aprovados nesses programas receberão diversos treinamentos e serão preparados para, no futuro, assumirem posições de liderança nessas companhias.

 

Quais são as vantagens de ser um trainee?

Os programas de trainee são considerados por muitos como a melhor porta de entrada do mercado de trabalho.

Tal suposição pode até ser um exagero, mas é fácil entender porque tanta gente tem essa opinião. Olha só o que muitos deles oferecem:

  • Remuneração acima da média
  • Job rotation para expandir a visão do negócio
  • Treinamentos técnicos e comportamentais
  • Acompanhamento de mentoring e coaching
  • Networking com pessoas chave da organização
  • Desenvolvimento e crescimento acelerado
  • Oportunidade de trabalhar no exterior

 

Quem pode ser trainee?

Com a popularização desse conceito, diversas companhias criaram as suas próprias versões de programas de trainee. Desse modo, para cada modalidade existe um perfil diferente.

Ainda assim, a maioria das empresas exigem os mesmos pré-requisitos básicos:

  • Estar no último semestre da graduação ou ter concluído há no máximo 2 anos
  • Inglês avançado ou fluente
  • Disponibilidade para mudanças e viagens

Como as empresas estão em busca de jovens com potencial de liderança, os candidatos aprovados possuem uma alta qualificação e um perfil diferenciado.

Logo, para realmente ter chances, é preciso desenvolver também competências como iniciativa e equilíbrio emocional, além de ter um currículo repleto de atividades extracurriculares.

 

Como é o processo seletivo para o cargo de trainee?

Por se tratar de uma oportunidade tão única, as seleções dos programas de trainee são bastante concorridas, sendo por muitas vezes comparadas a vestibulares e concursos públicos.

Essa comparação é bastante lógica, pois a média dos programas mais tradicionais é de 1.000 candidatos por vaga. Alguns chegam até mesmo a ter mais de 50 mil inscritos, como é o caso do Trainee Unilever e do Trainee Ambev.

As etapas de seleção mais comuns são as seguintes:

 

Onde posso me inscrever para os programas de trainee?

As inscrições podem ser feitas por meio de consultorias de R&S, serviços de cadastro de currículos ou pelo próprio site da empresa.

O difícil é dar conta de tantas fontes, já que centenas de programas de trainee abrem inscrições ao longo do ano.

Para resolver esse problema, de forma pioneira, o Vida de Trainee criou um calendário com os principais programas de trainee do Brasil.

Assim você pode conhecer as oportunidades dentro do seu perfil e ainda se programar para não perder nenhum prazo.

 

E aí? Gostaram do artigo? Não deixem de comentar!

Compartilhe!

Cíntia Reinaux

Cíntia Reinaux tem 32 anos e um orgulho danado de ser pernambucana. Há 7 anos dedica uma parte de seu tempo para preparar jovens para o mercado, por meio do Vida de Traine e de seu trabalho como coach e mentora de carreira.

Twitter - Facebook - Google Plus - Linked In - RSS
Mais recentes » « Mais antigos

Deixe seu feedback!

  • Leonardo Garcia Viana

    Boa noite!
    Estou fazendo um trabalho para a matéria de metodologia da administração e a passou o assunto Trainee e preciso de algumas informações:
    Quando foi criado(ano) e lugar e também quando veio para o brasil e qual foi a primeira empresa a usar o Trainee!

    Abraços!

    • Olá, Leo! Infelizmente, não se trata de algo tão certinho e delimitado. Como explicado no artigo, trata-se de uma palavra de origem inglesa. A sua aplicação nos EUA, por exemplo, é bem diferente do que é praticado por aqui.

      Também não dá para ser preciso quanto à primeira empresa a adotar programas de trainee no Brasil. O que eu posso dizer é que certamente foi uma multinacional, “importando” a prática da matriz.

      Um dos programas mais antigos é o da Unilever, mas bancos por exemplo também possuem programas super antigos. Ao longo das últimas décadas os programas sofreram diversas alterações, de modo que fica até difícil comparar o que se pratica hoje com o que era praticado antigamente.

      Abraços

  • Najlla

    Bom Dia!
    Na contratação de um Trainee o nome da função será apenas Trainee ou terá que ser especificado Trainee de Engenharia por exemplo?

    Abs.

    • Olá! Não existe uma regulamentação de uma categoria “trainee”. Logo cada empresa tem o seu próprio modo de fazer isso.

      Abraços

  • Lidiane

    Me formei em administração ano passado, mas não tenho inglês todos os programas de trainee exigem inglês?
    Obrigada

    • Olá, Lidiane! Alguns programas, como o da Unilever não exigem inglês. Para 2014, o VT adicionou esse filtro na busca de vagas. Portanto, em breve você poderá conferir vários resultados com esse perfil: http://www.vidadetrainee.com/busca-avancada

      Abraços

  • Marcella G.

    Li que algumas seleções de trainee aceitam até 3/4 anos de formado. Em julho faço 3 anos de formada e queria saber se ainda posso me inscrever. Acredito que eu não tenha experiência o suficiente, ainda, para participar de um processo seletivo de profissionais conceituados no mercado.

    • Olá, Marcella! Sim, vários programas aceitam candidatos com 3 anos de formados. Recomendo que utilize a nossa busca avançada informando o seu período de conclusão (2011-07).

  • José da Silva

    São realizados processos seletivos para trainee todos os anos, e dezenas ou até centenas de candidatos são aprovados. O objetivo dos programas é treinar profissionais para futuros cargos de liderança. Mas esses cargos já estão preenchidos e uma das possibilidades para a abertura da vaga de liderança é a aposentadoria do profissional que está lotado na vaga. A pergunta é: para onde vão, todos os anos, esse aglomerado de trainees, sonhando em assumir um cargo executivo, após o período de treinamento “trainee”? Creio que as empresas não irão criar vagas executivas somente para preencherem com o tal de trainee.

    • Olá José!

      O que ocorre é que um trainee não se torna automaticamente um “executivo” ao final do programa, e sim é preparado para ter um crescimento mais acelerado, pois tecnicamente já está pronto para assumir posições de liderança.

      A aposentadoria é apenas uma das inúmeras possibilidades de abertura de vagas para gestores. Transferências, desligamentos e novas unidades da empresa estão entre elas. E é exatamente por isso que o trainee precisa ter disponibilidade total para viagens e mudança, mesmo depois do programa, pois ele vai para onde a vaga estiver.

  • Thiago

    Boa noite, VT.

    Gostaria de me informar, que para áreas Financeiras e ou Contábeis, as empresas também pedem Inglês Avançado. Meu grande problema está ai, e por já ter sido estagiário em grandes empresas, assim como atualmente, mas não ter recursos suficientes para estudar numa escola realmente boa de Inglês, tende a ser muito mais difícil conseguir uma vaga boa?

    • Olá, Thiago.

      A maioria dos programas de trainee exigem Inglês Avançado, independentemente da área. De modo semelhante, boa parte das empresas, especialmente as multinacionais, tem feito essa exigência para qualquer vaga efetiva de nível superior.

      A minha dica é que comece a buscar já preencher esse gap. Eu entendo que arrumar tempo e dinheiro pode ser muito difícil, pois também já fui estudante, mas quando a gente quer tem que ir atrás, sem desculpas.

      Enquanto isso, recomendo que utilize a busca avançada do nosso calendário para buscar programas de trainee que não exijam inglês nesse nível: http://www.vidadetrainee.com/calendario

      Abraços

  • Alisson

    é possivel ser formado em um curso e estar exercendo cargo em outra área
    ex: formado em química e estar exercendo um cargo na área administrativa ou jurídica?
    Obrigado

  • Alisson

    bom dia VT
    é possível você ser formado em um curso e exercer função em outra área através do programa trainee? ex: formado em química mas exercendo um cargo de trainee (ou acima) na área administrativa ou jurídica?
    obrigado

    • Olá, Alisson!

      É possível sim. Vários programas de trainee aceitam candidatos de todos os cursos de graduação, para atuar em áreas diversas.

      O trainee possui essa possibilidade pelo fato de, na maioria das vezes, ter um perfil mais generalista. Assim, é mais importante ter visão do negócio do que determinada formação técnica, que pode ser construída aos poucos.

      Abraços