Como os candidatos a trainee afetados pela greve devem proceder?

greve-federais-candidatos-trainee-2012Você dedica uma vida inteira de estudos para conseguir entrar em uma Universidade Federal. Pouco depois, descobre que vai ter de se virar para superar a falta de recursos e a defasagem das grades curriculares. Após anos de esforço e noites sem dormir, finalmente é chegada a hora de se formar e iniciar um carreira de sucesso. Só que não.

Muitos pensam que apenas estudantes, professores e pessoas envolvidas no meio acadêmico serão afetadas pela “greve das federais”, mas os efeitos da maior paralisação do setor já realizada no Brasil serão sentidos em todos os âmbitos da sociedade.

De modo bem específico, universitários do país inteiro podem perder a chance de se tornarem trainees e grandes organizações podem deixar de contratar alguns dos melhores profissionais do mercado de trabalho.

Esse risco existe porque, para participar da maioria dos programas de trainee com inscrições abertas, é necessário concluir a graduação até o final do ano. O motivo dessa exigência é que as contratações costumam ocorrer em janeiro de 2013, quando o trainee precisa ter disponibilidade total para viagens e mudança.

Nas últimas semanas, o Vida de Trainee recebeu o mesmo questionamento de vários leitores: “Eu me formaria em dezembro de 2012 se não fosse a greve. E agora? Poderei participar dos processos seletivos para trainee deste ano?”

Em busca de respostas, o VT entrou em contato com empresas e consultorias de R&S. A seguir, vocês conferem o que conseguimos apurar até agora.

 

Como os candidatos afetados pela greve devem proceder?

A primeira conclusão do levantamento realizado é de que as próprias cias ainda estão definindo como irão proceder e uma boa parte deverá avaliar caso a caso para decidir a melhor estratégia a seguir . Tudo irá depender de quanto tempo mais a greve irá durar.

“As empresas não vão querer perder os melhores por causa de 2 meses, mas, caso o prazo de formação seja postergado por mais 6 meses, isso poderá comprometer os programas”, analisou a Across RH.

“Em geral, cada empresa avaliará a sua necessidade quanto à data de formação e os candidatos serão comunicados sobre a decisão durante o processo”, comunicou a assessoria da Cia de Talentos.

“Já lidamos com outras paralisações na última década, mas essa greve tomou uma proporção diferente das outras. Um verdadeiro transtorno”, refletiu Rudney Pereira Jr, Gerente de Projetos do Grupo Empreza, consultoria que também atua no recrutamento de jovens.

Ele avalia que as organizações mais abertas e até mesmo as faculdades irão flexibilizar de alguma forma, mas que, em alguns casos, os candidatos que não terão mais a sua formatura em 2012 realmente serão prejudicados, especialmente quando for necessário mudar de cidade ou fazer viagens por longos períodos para participar do programa.

Além disso, a recomendação de Rudney é de que as pessoas que estiverem nessa situação devem se inscrever e manter a empresa informada ao longo do processo seletivo. Ele afirmou ainda que o importante é não desanimar, pois no primeiro semestre do ano que vem já teremos a próxima leva de programas.

Se essa perspectiva não serviu de consolo, certamente a postura da Ambev irá animar a todos que se encontram nesse dilema: “A gente vai dar um jeito”, garantiu Isabela Garbers, Gerente Corporativa de R&S da Cia. “Não queremos deixar de contratar gente boa por conta de uma greve”, argumentou a gestora.

Ela explicou que o tipo de flexibilização será personalizado de acordo com o perfil da turma aprovada. “Podemos estender o começo do programa para um mês pra frente ou ainda realizar os treinamentos nas fábricas de cidades que concentrem mais trainees de universidades federais”. As inscrições para o Trainee Ambev 2013 estarão abertas até o dia 10 de setembro.

Outros programas, como o Trainee Cielo, anteciparam essa dúvida e já informaram como os candidatos devem proceder no FAQ do site de inscrições: “Se o término de sua graduação estava previsto para dezembro/2012 e devido à greve essa data foi alterada, pedimos que mesmo assim você faça a sua inscrição [...]. No decorrer do processo, avaliaremos cada situação e repassaremos a você um posicionamento”.

Em nossa pesquisa também verificamos que, para algumas empresas, a única exigência é de que o candidato tenha encerrado os compromissos com a faculdade, independentemente da colação de grau.

Esses foram os retornos que obtivemos até o momento de publicação dessa matéria. Conforme outras organizações nos respondam, os updates serão publicados nesse post e divulgados no Facebook (que tal curtir a FanPage do Vida de Trainee para acompanhar?).

CompartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedInBuffer this pageEmail this to someone


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Categoria: 2. Perfil e Pré-requisitos

Sobre o Autor ()

Cintia Reinaux tem 29 anos e um orgulho danado de ser pernambucana. A administradora apaixonada por RH criou o Vida de Trainee em fevereiro de 2010. Desde então, dedica parte de seu tempo para ajudar outros jovens como ela a refletir sobre suas carreiras.

rss feed Facebook Twitter Google Plus LinkedIn

Website do Autor

  • Sara Oliveira

    Oi Cintia!
    ainda tenho uma dúvida de como proceder…
    fui aprovada para a dinâmica da Estre Ambiental, mas só colo grau em março (deveria colar agora em outubro, se não fosse a greve…), mas de qualquer forma meu compromisso com a universidade já acabou, meu tcc está pronto e só falta a banca que será em março mesmo….
    não sei se devo avisar a empresa antes de fazer a dinâmica, ou se faço a dinâmica de qualquer maneira…
    como avisar? ou avisar só após a possível aprovação?

    Obrigada!

    • http://www.vidadetrainee.com Cintia

      Oi Sara! Como os seus compromissos já acabaram, acredito que não haverá nenhum problema.

      Você pode conversar com a consultora em particular em algum momento da dinâmica para falar disso e, mesmo na sua apresentação pessoal, informar que seus compromissos com a faculdade se encerrarão no final do ano por exemplo.

      Abraços

  • Julia Antipoff

    Realmente algumas empresas não vão aceitar, outras darão um jeito. A Embraco também vai aceitar e vai dar um jeito, ajudando os trainees que só se formam no ano que vem…greve não pode paralisar contratação de gente boa!

    • http://www.vidadetrainee.com Cintia

      Oi Julia! Que bom saber que há outras empresas buscando alternativas para essa situação. Abraços

  • http://www.facebook.com/kickse Ricardo Monteiro Cunha

    Ótima matéria! Eu e uma amiga fomos no workshop integrativo da poli e perguntamos a mesma coisa em praticamente todos os stands… e a grande maioria deles sequer tinham noção do que estava ocorrendo. Bom saber que agora as empresas estão atentas a isso, afinal são 53 grandes universidades em greve por todo o país. Agora estou com mais gás para realizar as provas! Valeu mesmo!

    • http://www.vidadetrainee.com Cintia

      Obrigada, Ricardo!

      Essa situação realmente pegou as empresas de surpresa, mas agora eu acredito que elas já tenham percebido que terão de traçar uma estratégia para lidar com ela da melhor forma possível.

      Abraços

  • http://www.facebook.com/lucianorion Luciano Pereira

    Vida de Trainee sempre muito eficiente e informativo… Está de Parabéns… Pena que ainda aguardo a maioria dos processos por me formar só em JUL do ano que vem :( rsrs

    • http://www.vidadetrainee.com Cintia

      Muito obrigada, Luciano! Continue acompanhando, que ano que vem devemos ter ainda mais programas de trainee!

  • http://www.facebook.com/laertes.m.c.jr Laertes Junior

    Vlw Cintia! Eu mesmo estava num dilema quanto a isso, mas acho que a matéria serviu para dar um up gigantesco.
    As dicas são sempre muito úteis! Parabéns pela iniciativa. ^^

    • http://www.vidadetrainee.com Cintia

      Muito obrigada! À medida que eu receber atualizações, vou publicando por aqui.